top of page

Chimpanzé de Michael Jackson ‘vive a melhor vida’, segundo cuidadores

Os fãs de Michael Jackson ainda se lembram do chimpanzé de estimação do falecido cantor, Bubbles, e esta semana, no marco dos 15 anos da morte do intérprete de “Billie Jean”, a diretora do Center for Great Apes [Centro de Grandes Primatas], Patti Ragan, contou que o animal está ‘vivendo uma vida boa’ em seus últimos anos.

Bubbles, que completou 41 anos e pesa cerca de 81 quilos, foi enviado ao santuário em 2005, quatro anos antes da morte de Jackson.

Segundo o site TMZ, ele tem ‘muita liberdade’ e é feliz no lugar.

Patti Ragan, diretora da instalação, disse ao site que Bubbles ‘é capaz de explorar túneis, construir um ninho debaixo de uma árvore, tirar cochilos diários ao meio-dia e ocasionalmente até pintar’, enquanto seu bem-estar é verificado regularmente por um veterinário e uma equipe de cuidadores.

De acordo com Ragan, ele é bastante amigável e interage bem com visitantes e outros animais, incluindo outros chimpanzés como Oopsie, Boma, Ripley, Kodua e Stryker.

O Michael Jackson Estate [que administra o patrimônio do cantor] continua contribuindo para os cuidados de Bubbles após a morte do artista. Segundo o santuário os custos anuais de cuidados, chegam a cerca de US$ 27.000 por ano.

Críticos se surpreendem com primeiras imagens do filme ‘Michael’

O advogado de Michael e familiares também fizeram um esforço para visitar o santuário nos últimos anos, onde tiveram encontros “doces” com a criatura.

Além disso, o fã-clube de Michael envia regularmente guloseimas para Bubbles, como cocos, mangas e cobertores, com os quais ele gosta de se enrolar durante a soneca.


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page