top of page

Prisão preventiva do idoso acusado de matar síndico por conta de vaga de estacionamento

De acordo com o Ministério Público, o réu estava com beneficio de liberdade provisória. Após ouvir outras testemunhas, o MP decidiu pedir para prisão dele que foi acatada pelo Tribunal de Justiça. A defesa diz que vai recorrer da decisão.

O idoso, de 67 anos, acusado de matar o síndico de um condomínio, de 43 anos, com golpes de canivete, foi preso na quinta-feira (9) em Fernandópolis(SP). O crime ocorreu em março deste ano, em São José do Rio Preto, por conta de um desentendimento relacionado a uma vaga de estacionamento.

O réu foi preso logo após o crime e responde por homicídio qualificado por motivo fútil.


Segundo o promotor responsável pelo caso, Evandro Ornelas, a vítima não teve muitas chances de defesa durante a briga que aconteceu no dia 21 de março.


“Ele foi preso por jogar pedras no carro da vítima que tentou segurá-lo. Em seguida o réu esfaqueou e matou o síndico. O crime ocorreu por conta de um desentendimento relacionado a uma vaga de estacionamento”, explica Ornelas.


Após a prisão em flagrante, a defesa do acusado apresentou um pedido de liberdade provisória com atestados médicos especificando que o idoso não estava bem psicologicamente e sofria de depressão.


A justiça deferiu o pedido e ele foi solto, mas no decorrer das investigações o Ministério Público recebeu a informação que pessoas que vivem e estavam próximas ao local do crime, no bairro Vila Santa Cruz, teriam uma nova versão sobre a relação de ambos.




Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page