top of page

Sean Penn nega agressão contra Madonna: ‘Alguém que eu amo’

Em uma entrevista ao jornal “The New York Times”, Sean Penn relembrou seu casamento de quatro anos com a popstar Madonna, e os boatos de que teria agredido a cantora com um taco de beisebol em uma ocasião.

O ator contou que uma equipe da SWAT, polícia de táticas especiais, chegou até sua casa, depois que a cantora acusou que estava preocupada de que havia armas em casa.

“Uma maldita equipe da SWAT entrou em minha casa… Eu disse: ‘Não vou sair. Vou terminar meu café da manhã.’ A próxima coisa que percebi foi que janelas estavam sendo quebradas por toda a casa e eles entraram… eles me algemaram!”

Apesar do casamento tumultuado e do eventual divórcio, Penn ainda tem carinho por sua primeira esposa.


“Ela é alguém que eu amo”, disse. “Acontece que é muito mais rápido reparar uma amizade após o divórcio se não houver filhos envolvidos. Demorou um pouco para mim e [ex-esposa Robin Wright]. Houve muito drama. É muito mais importante consertar se houver crianças envolvidas, mas não é um golpe fácil, certo?”

Relação Complicada

Penn, 63, e Madonna, 65, foram casados de 1985 a 1989. Madonna pediu o divórcio pela primeira vez em 1987, porém retirou os papéis, e pediu novamente dois anos depois.

Nas duas vezes em que Madonna apresentou a papelada, circularam relatos alegando que Penn não apenas agrediu fisicamente a estrela pop, incluindo espancá-la com um taco de beisebol, mas também a amarrou a uma cadeira por horas.

Madonna, no entanto, negou que tenha havido abuso físico em seu casamento com Penn.

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page